Notícias

Vice-governador discute investimentos em prol da Amazônia com embaixadores europeus em Brasília

13/09/2019 - Jéssica Matos/Governo do Tocantins

Com o intuito de apresentar suas potencialidades e buscar mais recursos para o programa de desenvolvimento sustentável da região Amazônica, representantes dos nove estados da Amazônia Legal se reuniram, nesta sexta-feira, 13, em Brasília (DF), com embaixadores da Noruega, Reino Unido, Alemanha e França. O Vice-governador Wanderlei Barbosa e o secretário-chefe da Casa Civil Rolf Vidal participaram das reuniões representando o Governo do Tocantins.

Na ocasião, foi apresentado aos embaixadores um planejamento estratégico construído a partir da última reunião do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que ocorreu em agosto, em Palmas, a fim de reforçar a ideia para a captação de novos recursos.

O Vice-Governador Wanderlei Barbosa reforçou a importância dos recursos do Fundo da Amazônia para a preservação, fiscalização e para colocar em prática ações em prol do desenvolvimento sustentável. “O setor produtivo não pode atropelar o meio ambiente. O Estado do Tocantins defende o desenvolvimento sustentável, mas manter este controle ainda é um grande desafio para os estados brasileiros, assim como é para o Tocantins. Este monitoramento que os estados precisam fazer na Amazônia necessita de recursos, e por isso, é tão importante esta parceria dos países europeus e a manutenção do Fundo da Amazônia”, ressaltou.

Os embaixadores demonstraram interesse em dar continuidade ao Fundo Amazônia e afirmaram estar em negociação com o governo federal para a liberação dos recursos já garantidos.

Segundo o secretário-chefe da Casa Civil Rolf Vidal, o apoio e o estreitamento das relações entre os estados brasileiros com os países europeus abre um leque de novas oportunidades e dá um sinal verde para financiamentos de novos projetos. “Ou seja, é uma possibilidade a mais para os estados melhorarem seus serviços públicos e acelerar o desenvolvimento sustentável da região”, afirmou o secretário.

Novo encontro

De acordo com os embaixadores, haverá uma nova reunião no próximo mês para apresentar respostas às demandas e projetos apresentados pelos estados.